quinta-feira, 12 de março de 2009

Cambia?

Hoje fui à Usach falar com a coordenadora do programa de intercâmbio e aproveitei para trocar dinheiro. A moeda chilena é muito diferente do padrão real, dólar, euro. É diferente até do peso argentino. Assim demora um pouco para a pessoa entender como funciona o dinheiro e quanto custam as coisas aqui no Chile.

Não sei em outras cidades, mas em Santiago é tudo muito caro. E ainda por cima tem alguma gente sacana querendo tirar vantagem de estrangeiros. Os taxistas estão em primeiríssimo lugar no hall dos picaretas.

Antes de vir eu já havia lido e ouvido relatos de pessoas que foram enganadas por taxistas de Santiago e me preveni de todas as formas, mas alguns colegas brasileiros aqui do El Punto puseram mais algumas estrelas no ranking da picaretice. O que eles fazem:
- Cobram mais caro que a corrida normal;
- Escondem o taxímetro;
- Tentam enganar na hora do troco dizendo que o passageiro deu notas erradas;
- Dão uma volta enorme ao invés de fazer o trajeto mais curto.

Para se prevenir, o estrangeiro tem de ser durão (:-). Só entre num táxi se tiver o preço da bandeira no párabrisa, dá prá ver de longe. Negocie o preço antes de tomar o táxi e tente baixá-lo. Se você achar abusivo, troque de táxi. Fique de olho no taxímetro, ele deve estar visível, peça ao motorista. E se você perceber que ele está mesmo tentando passar você prá trás, deixe bem claro que entendeu isso. E troque de táxi.

Voltando ao câmbio de dinheiro, as moedas chilenas que você vê na foto ao lado equivalem a um Real na cotação de hoje ($256). A moeda maior, de 100 pesos tem um índio da etnia Mapuche estampado. Essa etnia compõe a maioria do povo, pelo menos em Santiago e tem muito peso na História do Chile.

Na moeda de 10 pesos e nas menores é o perfil de um cara muito famoso na história chilena, Libertador Bernardo O`Higgins, que inclusive dá nome à avenida principal de Santiago.

As notas de papel são a partir de mil pesos, que compra aqui um pacotinho de café em pó solúvel, ou 1 quilo de arroz ou um quarto de queijo (250 gr), dos mais baratos é claro, tudo depende do supermercado e da marca. Para o dinheiro render tem de escolher muito bem o que comprar.

Um comentário:

Marco disse...

Pois é amor...
será que os caras da portaria do clube onde teve minha formatura eram taxistas de Santiago, que tem que levar uma dura pra fazer a coisa certa? hehe...

beijooo

saudade,

te amoo, muuuuiitoooo!

=*