sexta-feira, 13 de março de 2009

Champignon, ameixa e vinho

Não é uma receita, se fosse seria muito esquisita : - ). São só alguns dos alimentos que encontro aqui mais baratos que no Brasil. O champignon fresco, aquele que vem numa bandejinha, custa $499 (R$1,96). No Brasil a mesma não sai por menos de 9 reais, isso quando você encontra para vender, pois o mais conhecido é aquele em conserva na salmoura. O cogumelo fresco é mais saboroso que o de conserva e nesse preço tá bom demais. Hoje fiz um macarrão gravatinha delicioso com molho de champignon. No Brasil eu ficava só namorando os cogumelos na prateleira, nunca tive coragem de comprar.

Outra coisa que no Brasil custa prá mais de nove reais o quilo é a ameixa preta. Aqui eles chamam de ciruela e encontrei por $389 o quilo (R$1,53). Nem preciso dizer que virei compradora assídua da ameixa.

De vinhos nem preciso falar, pois todo mundo conhece a fama dos chilenos aclamados por alguns especialistas como os melhores do mundo. No Brasil a gente paga a taxa dos importados que não é barata e aqui, ora, é a terra dos vinhos onde até aqueles de caixinha longa vida são bons. Nesse quesito, vocês vão ter de esperar a minha visita ao Concha y Toro, vinícola que está no programa de todo turista que baja em Santiago. Só então posso escrever com mais propriedade sobre o assunto. Hasta!

Um comentário:

Marco disse...

hmmm quero comer isso. sem as ameixas pretas hehe

com esses cogumelos a comida devia estar alucinante ;D

bjoo